Eletromecânica

A Etec José Martimiano da Silva oferece em sua sede cursos de Eletromecânica na modalidade Técnico Presencial no período tarde.

Veja Aqui quem é o coordenador do curso!

Conheça o Plano de Curso


Acompanhe as noticias e postagens do curso! 
Clique aqui e compartilhe!

O Brasil, até a 2ª guerra mundial, tinha sua industrialização relacionada aos bens de consumo; a partir de 1936, inicia-se a fabricação de grandes geradores e turbinas, necessitando, assim, de mão de obra qualificada e bem treinada para o mercado.
Só no final dos anos 50, os grandes produtores mundiais de materiais elétricos começaram a se instalar em nosso país, estimulados pelos novos projetos energéticos e incentivos governamentais. Foram desenvolvidos laboratórios de testes, plantas industriais, mão de obra especializada composta por engenheiros, técnicos e auxiliares, aumentando a quantidade de indústrias desse ramo; o mercado interno de produtos e serviços do setor elétrico passa a ser melhor suprido.
Como exemplo, a Eletrobrás foi a responsável por grande parte da expansão do setor com orientações sobre planos periódicos de desenvolvimento econômico, viabilizando a indústria de materiais elétricos, crescendo muito mais que a própria indústria de manufatura, contudo, vieram as dificuldades como falta de recursos, mão de obra, falta de padronização, escassez de matéria prima e componentes, entre outros problemas.
Ao longo do tempo, o setor teve seus comprometimentos devido a fatores ligados a políticas públicas e a competitividade do mercado internacional. Por volta dos anos 90, o setor elétrico entrou em recessão, desatualizou e desmotivou-se, aumentando o desemprego na área.
Nesse cenário, também houve uma constante busca por alternativas para superar as dificuldades: somaram-se concessionárias de energia elétrica, empresas montadoras de instalações industriais, metalúrgicas, empresas de eletrificação rural, indústrias do setor alimentício, petroquímicas, indústrias de materiais e equipamentos elétricos, além da prestação de serviços para oferecerem oportunidades de recolocação do profissional da área de Eletromecânica. É importante também destacar o setor ferroviário que contribuiu e ainda contribui com o mercado eletromecânico.

Nessa ótica, o perfil do técnico em Eletromecânica passa pelas atribuições de projeto, operação e manutenção de instalações elétricas industriais, comerciais, residenciais e prediais, com oportunidades de contratação nas mais diversas empresas dos setores primário, secundário e terciário, sejam elas de pequeno, médio ou grande porte.
Portanto, para atender à crescente demanda do mercado de trabalho e ao novo padrão de tecnologia, bem como às deliberações do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA), faz-se necessário um curso no qual o profissional formado tenha condições de atuar, de modo eficaz, nos diversos campos do conhecimento, de maneira inovadora, criativa, ética, exercendo liderança e capacidade junto ao trabalho de equipe, a fim de corresponder a critérios, normas e sistemas específicos presentes neste mercado

Habilitação Técnica e Grade Curricular: